Feliz 2013

É engraçado como as coisas são. A gente se vê dizendo que não quer algumas coisas, e de repente a chance de fazê-las aparece do nada, como se estivesse esperando a deixa.
É meio frustrante.
Ao mesmo tempo, é interessante esse esforço de não me ater a um plano rígido e imutável sobre o que quero da vida. Aprendi nos últimos anos que esse tipo de coisa só leva a decepções e frustrações, e que é muito mais produtivo aprender a se moldar ao caminho que se apresenta à nossa frente, aproveitando as oportunidades que aparecem.
Nada do que fazemos é realmente permanente. Isto posto, é importante saber dar valor a cada chance que temos de seguir em frente, de preferência se ela nos dá a opção de seguir fazendo aquilo que realmente gostamos de fazer.

Só uma reflexãozinha besta.