Arrependimento

Às vezes a gente toma decisões que, naquele momento, parecem ser a melhor coisa a fazer. A gente acredita que tudo vai melhorar, muito embora às vezes essas decisões não sejam as mais fáceis.

Há quase um ano atrás, tomei uma decisão desse tipo. Foi uma escolha terrivelmente difícil para mim, e provavelmente justamente esse fato tenha ajudado a me dar a impressão de que era o caminho certo a seguir. Mas descobri ultimamente que, não importa quanto tempo se leve para tomar uma decisão, não existe maneira de se chegar a uma solução ideal para um problema. Sempre haverâo… “efeitos colaterais”, por assim dizer. E, além disso, que nem sempre o caminho que parece o mais adequado sempre o será.

O caminho que escolhi em abril passado era o melhor, naquele determinado momento – e, muito embora eu o tenha tomado pelos motivos errados (mesmo tentando me justificar com os certos). Mas, atualmente, eu percebi isso, e percebi também que é hora de dar um passo atrás e tentar recuperar o que perdi.