Solidão?

Estou com a impressão de que estou revivendo certos momentos da vida, de quando eu morava no CRUSP. Naquela época em andava meio solitário, e uma onda depressiva meio que tomou conta…

Eu não tinha me dado conta disso até ler Harry Potter e o Enigma do Príncipe. A parte boa é que eu finalmente me identifiquei com algum personagem – justo com o Harry. A parte ruim é que isso justamente me deixou meio pra baixo, por causa dos acontecimentos do fim do livro (que não vou contar aqui).

Me sobreveio uma sensação parecida com o post anterior, uma coisa meio estranha, que não sei descrever muito bem. Só que é algo meio “depressivo”, por assim dizer, já que não consegui parar de pensar no que li, e nas semelhanças daquilo com a minha própria vida. Claro que, no fim das contas, é só uma história, mas… sei lá, não é algo que eu saiba explicar. Só sei que não consigo deixar de pensar nisso, e fazer uma certa analogia com a minha própria situação.

Já tive essa sensação antes. Fico com tendência a deixar a mente vagar, ficar vagando sem se fixar em nada…

Não tô falando coisa com coisa.